Notícias

você está em: home > Notícias

20 de Dezembro de 2020 às 23:00

Energy avança com proposta e eletricitários aprovam ACT e final de greve

Na manhã desta terça-feira, dia 1 de dezembro, os trabalhadores da Energy, empresa terceirizada da Energisa/MS, aprovaram a nova proposta do Acordo Coletivo de Trabalho 2020/2021. Com isso, encerra-se a greve deflagrada na segunda-feira, dia 30.

Pelo acordo, a Energy se comprometeu em não demitir os grevistas e também não descontar o dia de paralisação. Também houve avanços na reivindicação dos trabalhadores, como: a implantação da produtividade e aumento no ticket refeição.

“No acordo apresentado, a empresa vai implantar a produtividade, para que os trabalhadores recebam de acordo com o que produzem, o que as outras empresas já pagam, e também vai aumentar o ticket refeição de R$ 305,00 (quase 50% do praticado por outras empreiteiras) para R$ 420,00. São pontos que atendem os anseios dos trabalhadores”, pontua a diretora do Sinergia-MS, Aliceia Araújo.

“Os trabalhadores entraram em greve porque a Energy apresentou retrocessos às reivindicações, não querendo pagar benefícios que as outras empreiteiras que atuam em Mato Grosso do Sul já pagam aos eletricitários. Mas agora, esse acordo trouxe um avanço importante conquistado através da mobilização dos trabalhadores, do movimento grevista”, comenta Francisco Ferreira, diretor do sindicato .

Esse é o primeiro Acordo Coletivo de Trabalho celebrado entre o Sinergia-MS e a Energy, com data base definida em 1º de dezembro.

A Energy tem sede em Maceió (AL) e iniciou as atividades no Estado em julho. São cerca de 120 trabalhadores que atuam nas cidades da região sul do Estado como Ponta Porã, Aral Moreira, Amambai, Antônio João, Naviraí, Sete Quedas e Paranhos. A empresa presta serviços na área de construção e manutenção de rede elétrica e serviços técnicos comerciais.

Por: Assessoria de Comunicação do Sinergia-MS



Copyright 2016 - Sinergia - MS- Todos Direitos Reservados

volta ao topo