Notícias

você está em: home > Notícias

13 de Novembro de 2020 às 17:47

Grupo Energisa registra lucro recorde de R$ 921,7 milhões no terceiro trimestre

O grupo Energisa registrou lucro líquido de R$ 921,7 milhões no terceiro trimestre de 2020, crescimento de R$ 867,8 milhões contra R$ 53,9 milhões registrados no mesmo período do ano passado. Isso representa um aumento de 1.609,6% do lucro no período. Os dados estão no relatório financeiro divulgado pela empresa nessa quinta-feira (12).

De acordo com o balanço divulgado, desconsiderando efeitos não recorrentes, incluindo a marcação a mercado dos bônus de subscrição da 7ª emissão de debêntures, o grupo apresentou lucro líquido de R$ 636,9 milhões no trimestre, o que representa aumento de 198,6% em relação ao mesmo trimestre do ano anterior.

Nos primeiros nove meses de 2020 o lucro líquido atingiu R$ 1,4 bilhão, aumento de 714,3% em relação ao mesmo período do ano passado. Segundo o grupo, o desempenho financeiro do trimestre é resultado do “crescimento expressivo do mercado nos segmentos residencial e rural, disciplina na gestão de custos e alocação eficiente de capital”.

Energisa-MS

Com lucro líquido de R$ 128,5 milhões no terceiro trimestre de 2020, a Energisa-MS está entre as empresas com melhores resultados financeiros do grupo Energisa. O montante representa aumento de 90,9% em relação ao mesmo período do ano passado, quando o lucro da empresa foi de R$ 67,3 milhões.

Considerando os primeiros nove meses de 2020, houve aumento de 5,8% no lucro da concessionária de energia, com R$ 245,1 milhões neste ano contra R$ 231,8 milhões no ano passado.

“É importante lembrar que a Energisa-MS adotou os critérios da MP 936 e teve redução de despesa de pessoal, e registrou aumento de venda de energia em um período de recessão, o que ajudou nisso foi o agronegócio, porque o Estado está exportando muito. E esse aumento de vendas e de lucro só aconteceu pelo trabalho dos eletricitários”, explica a supervisora técnica do Dieese em Mato Grosso do Sul, Andreia Ferreira.

De acordo com o relatório divulgado pela empresa, as despesas com PMSO (Pessoal, Material, Serviços e Outros) registraram redução de 12,2% (R$ 12,3 milhões) no terceiro trimestre e de 10,7% (R$ 32,1 milhões) nos primeiros nove meses do ano.

Nesta quinta-feira (12), a empresa aprovou ainda a antecipação da distribuição de dividendos aos acionistas, um montante de R$ 14,9 milhões. Os pagamentos serão realizados a partir de hoje (13). “Observamos que reduziu a conta dos trabalhadores R$ 12,3 milhões e estão pagando R$ 14,9 milhões de dividendos”, ressaltou Andreia Ferreira.

Por: Adriana Queiroz/Assessoria de Comunicação Sinergia-MS



Copyright 2016 - Sinergia - MS- Todos Direitos Reservados

volta ao topo